notícias
18/09/2011
Punição por ‘toque evitável’ tira pódio de Jaime Melo em Laguna Seca
Jaime Melo Jr.

O brasileiro Jaime Melo e seu parceiro finlandês Toni Vilander ficaram na terceira colocação da classe GT na oitava etapa da American Le Mans Series, na noite brasileira deste sábado (17) em Laguna Seca. Contudo, a dupla da Risi Competizione sofreu o acréscimo de 90 segundos a seu tempo de corrida, punição que os comissários atribuíram a um “toque evitável” de Melo em Jörg Bergmeister, que venceu em dupla com Patrick Long.

Sétimo no grid da GT, Melo pilotou nos dois primeiros turnos de pilotagem sem qualquer enfrentar problemas. Com 102 minutos de corrida, era líder. Passou o comando da Ferrari F458 Italia número 62 a Vilander quando a corrida chegou à marca de duas horas. O finlandês permaneceu à frente por mais quase uma hora, até que Bergmeister, com o Porsche 911 GT3 RSR da Flying Lizard Motorsports, surgiu em cena para assumir a liderança.

Melo já estava de volta à liderança na fase final da prova – a dupla liderou 74 das 236 voltas da corrida, que teve duração de seis horas. A Risi apostava em uma estratégia capaz de poupar combustível. “A gente teria de contar com a sorte no final para o combustível ser suficiente”, admite o piloto brasileiro, que venceu a sexta etapa da temporada, em Elkhart Lake. A última das cinco intervenções do safety car na pista deu-se a 19 minutos da bandeirada final.

“Era tudo que a gente precisava”, relembra Melo, campeão da American Le Mans em 2007. “Só que a bandeira amarela durou uma a volta a menos que o necessário para eu ter combustível para ir até o fim. Eu adotei um ritmo mais leve, ainda estava na frente, mas na última volta a equipe mandou eu tirar o pé de vez, o mapa do consumo de combustível indicava que eu não completaria a corrida se continuasse acelerando”, lamenta o piloto da Risi Competizione.

Foi justamente por ter diminuído o ritmo na volta final que Jaime Melo acabou se envolvendo em um toque com Jörg Bergmeister. “O terceiro lugar, que foi o que conquistamos na pista depois da vitória escapar na última volta, teria sido um grande resultado diante de todos os problemas que enfrentamos ao longo do fim de semana aqui, perdemos muitos treinos”, observa. No próximo domingo (25) Melo vai disputar em Portugal a etapa final da Le Mans Series.

Depois de 236 voltas válidas pela GT, o resultado final da penúltima etapa da American Le Mans Series em Laguna Seca foi o seguinte:

1º) Patrick Long/Jörg Bergmeister (EUA/ALE)
Flying Lizard Motorsports, Porsche 911 GT3 RSR, 6h02min00s420

2º) Joey Hand/Dirk Mueller (EUA/SUI)
BMW Team RLL, BMW E92 M3, a 3s571

3º) Johannes van Overbeek/Scott Sharp (EUA/EUA)
Extreme Speed Motorsports, Ferrari F458 Italia, a 4s009

4º) Dirk Werner/Bill Auberlen (ALE/EUA)
BMW Team RLL, BMW E92 M3, a 7s900

5º) Jan Magnussen/Oliver Gavin (DIN/ING)
Corvette Racing, Chevrolet Corvette ZR1, a 15s908

6º) Jaime Melo/Toni Vilander (BRA/FIN)
Risi Competizione, Ferrari F458 Italia, a 1min33s711

7º) Tommy Milner/Olivier Beretta (EUA/MON)
Corvette Racing, Chevrolet Corvette ZR1, a 1 volta

8º) Guy Cosmo/Ed Brown (EUA/EUA)
Extreme Speed Motorsports, Ferrari F458 Italia, a 5 voltas

9º) Seth Neiman/Marco Holzer (EUA/AUT)
Flying Lizard Motorsports, Porsche 911 GT3 RSR, a 6 voltas

10º) Bryce Miller/Sascha Maassen (EUA/ALE)
Paul Miller Racing, Porsche 911 GT3 RSR, a 12 voltas

11º) Bruno Junqueira/Kenny Wilden (BRA/CAN)
Jaguar RSR, Jaguar XKR, a 50 voltas

12º) Wolf Henzler/Bryan Sellers (ALE/EUA)
Team Falken Tire, Porsche 911 GT3 RSR, a 135 voltas

13º) PJ Jones/Rocky Moran Jr. (EUA/EUA)
Jaguar RSR, Jaguar XKR, a 231 voltas

18/09/2011 - Texto: Luciano Monteiro - (45) 9912-7040 - Fotos: Regis Lefebure
Legenda: Jaime Melo e Toni Vilander tiveram uma atuação marcante em Laguna Seca, mas acabaram punidos e caíram para sexto

Fonte: Grelak Comunicação